Joga mais enquanto ouve música?

Um estudo publicado em 2014 pelo Instituto Nacional de Medicina dos Estados Unidos reforça as impressões do senso comum sobre o efeito da música sobre o jogo. Quer a audição de música high-tempo, quer de down-tempo afetam significativamente a forma como o jogador se comporta. Ouvir música high-tempo tende a provocar um aumento no tempo de reação por cada aposta colocada, enquanto a música down-tempo, ao acalmar o jogador, “persuade-o” a fazer mais apostas, e durante mais tempo.

O estudo envolveu 101 estudantes universitários, aos quais foi pedido que simulassem as condições de jogo através de um programa de computador, enquanto ouviam música. Os investigadores analisaram a persistência no jogo, o tempo de reação e a avaliação do jogo.

Senso comum

Habitualmente, os jogadores consideram que ouvir música muito ritmada e enérgica, como é o caso de dance, house ou techno, impele os jogadores a jogarem mais e a arriscarem mais. O estudo aponta que é provável que arrisquem mais e que tomem decisões mais rápidas, mas ouvir música mais lenta não é a melhor alternativa. A música down-tempo convida o jogador a sentir-se tranquilo, compenetrado e de algumMusic_listenera forma em harmonia com o jogo e consigo próprio.

Que tipo de música ouvir, enquanto se joga?

Qualquer jogador profissional, ou semi-profissional, aconselhará que o melhor é não ouvir música enquanto se joga, nem consumir qualquer substância que interfira demasiado com o jogo e o raciocínio, como o álcool ou mesmo o tabaco. Esta atitude é aconselhável nas slot-machines ou na roleta, onde o jogador não interfere, mas principalmente em jogos onde a componente humana seja importante, como é o caso do póquer. Os melhores jogadores de póquer assumem o jogo como verdadeiros desportistas, o que implica que o corpo e a mente devem estar na sua máxima força e disponibilidade.